Estava andando em uma rua, caí em um buraco.

Estava andando em uma rua, vi um buraco,caí no buraco.

Estava andando em uma rua, vi um buraco, pensei que não devia mais cair no buraco, caí no buraco.

Estava andando em uma rua, vi um buraco,desviei do buraco.

Estava andando em outra rua.
 

The new flight back replica watches chronograph is outstanding, and it is replica watches sale a great way to show the replica watches uk rich experience and superb technology accumulated since its inception swiss replica watches in 1888.




13/11/2012
Medicina Integrativa | Otorrinolaringologia
Ouvir bem para viver melhor.

A perda auditiva é uma das deficiências mais incapacitantes que existem, pois dificulta o convívio social devido à perda da capacidade de comunicação com outras pessoas. Funciona de maneira diferente do que a pessoa cega, pois esta tem dificuldade de locomoção, mas a surdez isola as pessoas do mundo de uma maneira geral porque elas não mais percebem os ruídos externos comuns em nossas vidas.
A hipoacusia, como é chamada a perda da capacidade de ouvir, pode ocorrer de maneiras distintas e a avaliação de um otorrinolaringologista é fundamental para a correta avaliação e instituição da terapia mais adequada para cada paciente.

Quando a perda auditiva é progressiva, as pessoas vão se isolando gradativamente. Nas fases iniciais, quando a perda ainda é discreta, essas pessoas ainda levam uma vida praticamente normal, mesmo apresentando algum grau de dificuldade na compreensão das palavras. Quando a capacidade auditiva piora ainda mais, mesmo as pessoas falando mais alto ao seu redor, a comunicação torna-se cada vez mais difícil e a tendência é o isolamento perante a sociedade. Esse isolamento afeta de maneira importante a qualidade de vida desses pacientes.

Quando bem indicada e bem adaptada, a utilização de uma prótese auditiva proporciona uma boa percepção auditiva para o paciente e o ganho em qualidade de vida é extremamente gratificante já que o paciente recupera a capacidade de comunicação com o mundo e com as outras pessoas.
Em geral, as pessoas tem preconceito a todo tipo de prótese. Assim funcionava com os óculos e não é diferente com as próteses auditivas. Após o paciente perceber o enorme benefício adquirido com seu uso esse preconceito acaba indo por água abaixo. E, como diria o Dr. Pedro Luiz Mangabeira Albernaz, professor muito querido e com quem muito aprendi, a surdez aparece muito mais do que um aparelho auditivo.



 
by Frequência